+55 41 3351.3024 museu@amorc.org.br

Enxó – Tesouros do Museu

Ferramenta empregada no ritual mágico de “abertura dos olhos e da boca”. Esta cerimônia consistia em devolver as funções vitais do morto para seu renascimento no outro mundo. A abertura de ambas as partes era apenas simbólica a partir do toque da ponta do objeto. Essa ponta era produzida com metal meteórico e associada à um pedaço do mundo dos deuses que havia caído na Terra.

Além disso, a ferramenta representava as constelações ao norte, para onde ficavam apontadas as entradas das pirâmides. A ponta era representada pelas estrelas Dubhe e Kochab (circuladas) que também eram definidas como espíritos Akhu (espíritos que guiavam a alma ba do rei falecido para o mundo dos deuses: o céu noturno).

Período: Reino Novo – 1550-1070 a.C.
A original encontra-se no Museu Nacional Egípcio – Cairo – Egito.